Como Sair da Depressão sem o uso de Remédios

Milhares de pessoas estão sofrendo com esta doença que interfere e muito na qualidade de vida de qualquer ser humano, mas nem tudo está perdido! Neste artigo quero te ajudar mostrando dicas de Como Sair da Depressão sem o uso de Remédios, onde conto como venci esse mal.  

O QUE É A DEPRESSÃO

A depressão é uma doença, um distúrbio afetivo que atinge a saúde psicológica e física de uma pessoa! Podemos passar por situações que nos deixam tristes ou deprimidos por algumas horas ou dias, mas o problema é quando a tristeza insiste em permanecer e às vezes sem um motivo que seja fácil de ser identificado, aí pode não ser normal, principalmente quando associado à outros sintomas, como: perda de energia, cansaço, insônia, alteração no apetite, pensamentos negativos entre outros!
Vale ressaltar que estes sintomas podem estar associados a outras doenças, por isso é importante procurar ajuda de um médico para fazer uma investigação sobre sua situação!

MINHA HISTÓRIA COM A DEPRESSÃO…

Lembro que quando comecei a me sentir mal, achei que estava com anemia, pois sentia muita fraqueza, tinha dores pelo corpo, sem disposição para nada, não conseguia dar continuidade a minha rotina e a coisa foi só piorando! Fiquei pelo menos 30 dias praticamente deitada! Procurei um clínico que me pediu uma bateria de exames. Claro, achei que encontraria alguma alteração! Para minha surpresa os exames estavam todos normais. Diagnóstico: depressão!!! O médico disse que eu precisava resolver o que estava me incomodando! Me mandou procurar um especialista. Queria logo tomar um remédio pra melhorar e voltar a minha vida normal, pois o que eu estava sentindo era insuportável. Mas as pessoas próximas a mim me incentivaram a esperar e consultar com uma psicóloga que me indicaram!

Para minha surpresa, quando comecei com as consultas, fui percebendo que algumas situações estavam me levando a adoecer sem que eu desse conta: tinha uma vida desequilibrada, falta de auto-estima, estresse e ansiedade, pensamentos negativos, dificuldade em tomar decisões para resolver problemas aparentemente difíceis para mim e por aí vai….. Mas pra tudo tem uma  solução!

Foi um tempo de reflexão e auto-conhecimento, um tempo de planejamento e decisões de como eu deveria viver a partir daquele momento!

Como Sair da Depressão sem o uso de Remédios

ATITUDES QUE ME AJUDARAM A VENCER A DEPRESSÃO SEM O USO DE REMÉDIOS

É mais fácil quando se tem vontade e disposição para realizar tarefas diárias, mas isto estava em falta na minha vida naquele momento! Procurei focar naquilo que de bom poderia acontecer se eu mudasse.

Quer saber o que eu fiz?

Abaixo descrevo algumas atitudes que coloquei em prática e que podem ser feitas por qualquer pessoa, mas lembre-se, que é muito importante que você procure ajuda de um profissional para avaliar melhor sua realidade!

 

DICA 1: Atividade Física

Atividade física

Sei que ouvimos muito sobre a importância da atividade física e que mesmo assim, a maioria das pessoas adia esta prática, pela falta de tempo, preguiça ou porque não gosta!

Mas pesquisas científicas mostram que exercícios físicos regulares podem ajudar na prevenção e no tratamento de transtornos emocionais, como depressão, ansiedade ou síndrome do pânico, por exemplo. Isso acontece porque no momento em que nos exercitamos, nosso organismo libera hormônios como a endorfina e serotonina que dão uma sensação de prazer e bem-estar.

Não fazia nenhum tipo de atividade física e começar pra mim foi um tormento. Meu esposo literalmente me arrastava na cama, me puxando pelo braço para que eu pudesse às 6h da manhã, sair pra fazer caminhada. Fazia 30 minutos por dia, de segunda a sexta e com o passar dos dias comecei a sentir uma melhora considerável! Melhorou minha auto-estima, perdi peso e aumentou minha disposição para continuar lutando, agora com novas perspectivas, já que estava decidida a mudar meu estilo de vida!

Se você tem dificuldades em fazer exercícios, te aconselho a fazer quatro coisas:

–  Foque no resultado que a atividade física trará a longo prazo;
–  Escolha um exercício que você se identifique;
–  Comece aos poucos;

– Peça ajuda de alguém próximo a você para te incentivar e mostrar que isso será importante e essencial para sua saúde emocional e física;

 

DICA 2: Mude de fora para dentro

Mude de fora para dentro

Quando estamos com depressão, nada parece ter importância! A casa fica uma bagunça, porque falta disposição para arrumar, descuidamos da aparência, muitas vezes ficamos sem vontade até mesmo de tomar banho. Achamos que precisamos melhorar nosso interior, para nos sentirmos bem e isso é verdade! Mas me lembro que uma amiga da família foi até minha casa e deu uma faxina, já que eu não conseguia fazer isso! No final do dia, vendo minha casa limpa, senti uma sensação de alívio muito grande! Senti a mesma coisa quando comecei a cuidar da minha aparência: lavei meu cabelo, comprei roupas novas(me afundei no cartão de crédito, rs), não recomendo que ninguém faça isso!!!  
Mas a sensação de chegar em casa com sapatos e roupas novas, foi um bálsamo para minhas emoções, já que me sentia empolgada com a possibilidade de um recomeço!!!

Você não precisa fazer loucuras, apenas tente fazer mudanças simples externas, como organizar a bagunça, se arrumar e isso de alguma forma, vai contribuir para que você se sinta melhor, mais leve!

DICA 3: Se posicione

Se posicione

Não temos que aceitar tudo, aguentar tudo, nos conformar com tudo! Não estou dizendo que você deve ser uma pessoa desagradável que fica o tempo todo atacando para se defender! Precisamos nos posicionar para nos proteger emocionalmente de várias situações ou pessoas que roubam a nossa energia, nos deixando desgastadas e deprimidas!
Muitas vezes motivações erradas nos levam a permitir situações nocivas a nós, como: a necessidade de atenção e aprovação alheia, medo da rejeição, insegurança, problemas com auto-estima, etc.

– Aprenda a dizer não, ainda que desagrade;
– Pense antes de dizer um sim, para não assumir compromissos que não pode cumprir;
– Se algo te incomoda muito, fale! Mas lembre-se de usar o bom senso;

Essas atitudes aliviaram e muito a carga emocional que eu estava sentindo! As pessoas acabavam fazendo e falando comigo o que queriam, pois tudo o que eu mais desejava era agradar todo mundo e fazia de tudo para evitar qualquer atrito!

Mas ouvi uma frase que diz” o maior fracasso de um ser humano é tentar agradar todo mundo”!

 

DICA 4: Tenha sonhos, tenha um projeto de vida

Tenha sonhos e objetivos

Os sonhos são como combustíveis para nossa alma! Quem não sonha, não tem esperança e nem senso de propósito! Os sonhos dão sentido a vida!

Somos muitas vezes passivas e acomodadas! Não queremos sair da zona de conforto ou nos sacrificarmos. Sei que às vezes adiamos nossos sonhos e objetivos por causa de circunstâncias diversas ou deixamos de acreditar, porque não achamos que seremos capazes de alcança-los!

Mas a falta de objetivos, a dificuldade de encontrar sentido para a vida e a sensação de que você não é importante, pode ser um dos fatores que influenciam na depressão!

Me lembro que tinha muitos sonhos e sofria com a expectativa de um dia bem distante poder vê-los se tornarem uma realidade! Mas isso estava me matando por dentro! Adiei, porque havia me colocado de lado para priorizar tudo e todos! Achava que não era algo tão importante assim!
Percebi que sonhava demais, mas não fazia nada a respeito! Esperava que alguém viesse me ajudar a viver aquilo que eu esperava. Sonhos só se tornarão realidade se forem colocados em prática! Entendi que podia planejar meu futuro e começar, eu mesma, a ter atitudes reais e isso me deu muita motivação para lutar!!!

Reflita sobre sua realidade! Quais são seus sonhos? Seus planos para o futuro? O que você gosta de fazer e não tem feito? O que você pode fazer hoje, ainda que seja uma pequena semente, que sendo regada todos os dias, poderá te levar a alcançar seus objetivos? Tenha um projeto de vida!

DICA 5: Identifique o que te incomoda e encare seus problemas

O que te incomoda

Problemas, conflitos e desafios, todos nós temos. Tenho aprendido que a diferença entre as pessoas de sucesso e as que fracassam em seus objetivos, está nas atitudes diante dos momentos difíceis!
Muitos tem medo de encarar a realidade e se escondem, outros simplesmente não conseguem ver solução ou resposta para um problema, mas o caminho melhor é ter a coragem de enfrentar a situação e ter a atitude de buscar formas de resolvê-los. Pra isso converse com alguém da sua confiança, busque referências de assuntos ou pessoas que tiveram que enfrentar situações parecidas e coloque seus problemas nas mãos de Deus, em alguns momentos, o melhor a fazer é não se preocupar! Isso realmente ajuda!

Existem outras dicas que podem ajudar, mas essas eu coloquei em prática na minha vida e deu certo! Claro que dependendo do caso é necessário a intervenção de medicamentos e psicoterapia, mas só um especialista poderá dizer o melhor tratamento!

Não negligencie esta área da sua vida. Um emocional saudável traz muitos benefícios não somente para você, mas para as pessoas que te cercam!

Cuide-se e busque ajuda!

Abraços e até o próximo artigo!

EBOOK GRÁTIS PARA VOCÊ: Por que a mulher cristã está adoecendo emocionalmente?

Gisele Alves

Gisele Alves

É esposa, mãe, coach, empreendedora digital e fundadora do Projeto Mulher Cuide-se! Apaixonada pelo ensino da palavra de Deus e a influência das emoções no comportamento humano, tem procurado estudar sobre o assunto para que através de dicas, reflexões e conteúdos possa encorajar mulheres cristãs na busca por mais qualidade de vida!

Website: https://www.mulhercuidese.com.br

Deixe uma resposta